quarta-feira, março 15, 2006

Leiria em Cuecas

Leiria em Cuecas

6 comentários:

Anónimo disse...

A OPA da PT

Nunca se viu tanta gente a perceber de telecomunicações como no momento actual.
Qualquer "bicho-careto" caga a sua opinião sobre a OPA lançada pelo grupo Sonae do Belmiro de Azevedo. Uns porque dizem que com a venda da PT as comunicações serão mais baratas ( é já a seguir), outros porque dizem que o Belmiro é o maior empregador nacional e isso vai trazer mais valias ao país (esquecem-se é que o dinheiro depois é depositado e investido na Holanda)Outros porque ficam satisfeitos se os trabalhadores deixarem de ter os seus direitos e regalias ( porque estamos numa sociedade de invejosos e e em vez de reclamar-mos melhorar quem está mal, não, ficamos felizes com a desgraça dos outros).
Quando se questiona o Ministro da economia sobre o IRC que se deixaria de pagar se a PT fosse vendida, este diz que não está preocupado porque se vai buscar outras receitas com a venda ( esta tem graça...)
Mas, dentro disto tudo quem ficaria a perder e a ganhar?
A perder ficavam Os trabalhadores porque deixariam de ter consagrados os seus direitos e regalias que foram conquistadas durante longos anos.
O público deixaria de ter o serviço público de telecomunicações consagrado.
A ganhar apenas ficava o Belmiro porque sacava tudo o que podia de lucros e desfazia-se do que não lhe interessava.
... Àhhh, e os chico-espertos que lidam em torno da bolsa...
Pois...

Dama Pé de Cabra disse...

OPA ESTA M....ATÉ PARECE OBRA DA OP'A WINFREY, MAS ESSA AO MENOS PARECE QU DÁ DINHEIRO A GANHAR....A RODOS

Tromba Rija disse...

Ena tantas OPAS...qualquer dia até eu lanço uma OPA sobre uma vizinha minha....
a quem interessa estas movimentaçôes de capitais,ao país real? não! as especulaçôes bolsistas nos ultimos 3 meses, acompanham o grave índise de desemprego no país e no nosso distrito.Será bom lerem hoje no Diário de Leiria, os dados recentes sobre o desemprego,no distrito.

Dama Pé de Cabra disse...

OPA ele a pôr as manguinhas de fora*r*
recuso-me a ler a notícia do desemprego...olha de manhã acordei avestruz.....que queres....manias!!!

Tromba Rija disse...

O problema político fundamental da sociedade portuguêsa é a dominação sistemática de um povo anestesiado por uma burguesia frágil e incapaz.
Traduz-se essa dominação no contraste entre a magresa dos salários e o esplendor dos lucros;na escandalosa repartição dos rendimentos, que reserva aos trabalhadores uma paupérrima fatia e guarda para o patronato a parte de leão.
Passando à ordem moral, é evidente que demasiadas coisas se encontram sujeitas às vicissitudes da compra e da venda,das consciências individuais às benesses do poder.A corrupção faz gala de permanentemente se exibir e mais ainda de se ocultar como primeira dama "nâo pé de cabra"do poder instituido.Perdoai-os senhor porque eles sabem o que fazem.Àmen.

Dama Pé de Cabra disse...

Teoria da Dominação...

Dominante ou dominado..eis a questão..de facto não me parece tão simples assim...é da natureza humana, e não apenas decorrente das relações económicas, dominar ou ser dominado...De fato, toda a teoria da dominação que se reporta a um cálculo de utilidade econômico ou político tem dificldades de livrar-se do conceito de "dependência pessoal". O problema da "coisificação" das relações sociais e da dominação é apreendido de forma muito simplista quando ele se limita ao fato de, na forma da mercadoria os seres humanos se utilizarem reciprocamente como meio para seus objectivos individuais.Se pensares bem até no reino animal existem dominantes e dominados....o dominante nem sempre tem o poder económico....pode dominar por uma série de outros factores