sexta-feira, agosto 17, 2007

VAMOS TODOS PARA A REN !!!


"
Relatório e Contas - 2006 - da REN -Redes Energéticas Nacionais.
Remunerações dos membros do Conselho de Administração.
Para o efeito (e os dados são publicitados como manda a Lei) de pgs 127/8 podem retirar-se as seguintes conclusões:
1 Presidente (José Penedos)
4 Vogais (Vítor Baptista, Aníbal Santos, Henrique Gomes e Soares de Pinho)

Remunerações (anuais) do Presidente :

"Venc.base" 272 658
Plano comp. de reforma 45 443
Subs.alimentação 2 238
Desp.representação 8 529
Total geral = 328 868 (Euros)
Média mensal = 27 405 (Euros) «» 5 495 contos !

Remunerações (anuais ) de cada um dos 4 Vogais):

"Venc.base" 172 205
Plano comp.de reforma 28 701
Subs.alimentação 2 238
Desp.representação 8 529
Total geral = 211 673 (Euros)
Média mensal = 17 639 (Euros) «» 3 536 contos

"O Presidente e os Vogais têm direito à utilização de viatura da empresa, com um plafond
de 75 mil euros e 65 mil euros, respectivamente, em relação ao qual não
beneficiam do direito de opção de compra, nos termos da Resolução do
Conselho de Ministros nº 121/2005." (Fim de transcrição).
Como se vê... há uma "moralização" notória...

Comentários, para quê?

Vamos para a REN!!!!!

31 comentários:

snowmass disse...

Parabéns pela oportunidade!
Apanharam mais alguns de "cuecas na mão", mas de carteira recheada!
E o Zé povinho a comprar acções...

Anónimo disse...

Pois acho que é IMORAL tudo isto mas , e há sempre um mas...........Quem manda o BE dar o governo da CML ao PS,e a que troco, o ZÈ será mesmo aquilo que parece? A mim parece-me (sempre me pareceu) um bon vivant á procura de tacho.
Atento

Anónimo disse...

Estes gajos não terão mais nada que fazer do que falar do acordo de Lisboa? Será que durante a sua existência o BE não fez mais nada? Este Atento só está atento às vezes..e poucas.

Saudações

redfishassadoaosol

Rendinhas Transgênicas disse...

Sera que alguém me pode informar o que raio é o Verde Eufémia? será que alguém no seu juízo perfeito inventou este nome? o que é que a pobre da Catarina Eufémia teria que ver com este movimento? ou será uma coincidência que nada tem a ver com a dita e que se trata de uma nova tonalidade de verde em voga? sim...por exemplo existe o verde jade...o verda garrafa...o verde lima...e agora o verde Eufémia!

Porque carga de água é que os pobres bloquista levam com a responsabilidade de um movimento com um nome tão piroso?

Enfim os transgénicos que me perdoem mas vão buscar responsabilidades noutro lado!

Anónimo disse...

Cara Rendinhas o Verde Eufémia, como o nome indica não é mais que um eufemismo o que eles são de facto é Parvos Rosa. Até porque o único transgénico no BE é o ZÉ.
Atento

Anónimo disse...

E ele a dar-lhe. Agora temos que descubrir um antídoto para os produtos anti- Zé. este blogue esá a ficar cada vez mais estrambólico.
Tudo o que falamos acaba em Zé?

Anónimo disse...

"A ideia de José Sá Fernandes de criar uma marca de vinho e de azeite da capital, bem como comercializar as amêijoas e as corvinas do Tejo, apanhou de surpresa os vereadores da Câmara de Lisboa"

Realmente, porque não vender o vinho da região demarcada do Campo Pequeno e Azeite das Oliveiras dos Olivais. Este Zé é um achado. Já o estou a ver a meter uma Providência Cautelar aos pescador do Tejo por causa das Corvinas. Só me gozam.

Atento

Rrndinhas Transgênicas disse...

Um achado é um tal de Gualter Marques....esse é que é um achado!nem sei como é que ele se atreveu a ir à Sic Notícias, foi completamente cilindrado...foi pena terem passado uma gravação com o Louçã e em que ele diz que não conhece o Gualter Marques nem o verde Eufémia e depois mostram um documento em que const o nome dele na lista das autárquicas do BE por Almada.....isso sim é que foi uma ganda nóia.....

Anónimo disse...

Também vi, o Crespo até teve pena dele, coitado do rapaz. O BE tem que fazer uam depuração, e já. Antes que seja tarde.
Atento

activista Verde Eufémia disse...

Caros,
O nome Eufémia, vem como homenagem à grande Catarina, que morreu de foice na mão, ceifeiera de profissão. Quem mais poderiamos escolher para apadrinhar o acto de ceifar +/- 1 ha de milho trangénico.

É bom referir que o prejuizo apurado no acto de desobediênicia civil é de 4800,00 €, uma ninharia em comparação com a verba desviada pela Somague, via PSD para patrocinar a entrada da empresa num consórcio forçado.

Este acto de absoluta necessidade só foi semi-clandestino dado o ambiente de boicote e censura institucional que se vive em Portugal, não nos podemos esquecer que a maioria dos manifestantes são bolseiros de instituições e universidades públicas, alguns deles, aliás como o Gualter, doutorandos de cursos de doutoramento.

O clime de repugnação e calculismo político devolve a esquerda pseudo-revolucionário, ao canto dos papagaios.

Não nos resignamos perante inverdades convenientes, a quem faz falta o milho trangénico, à resolução da fome mundial? Ou à repugnante industria da alimentação animal, onde por cada factor de energia temos que encorporar sete, pervertendo toda e qualquer regra de higiene e segurança animal e optimização das cadeias de energia alimentar.

Verde, pois nos preocupa...
Eufémia, porque uma vez mais mártires de ceifeira na mão

Anónimo disse...

Caro Verde

Um dia e não muito distante, se saberá quem está de facto atrás dos grupos ecologistas (de alguns)
posto isto, sempre direi que a ocupação conseguiu criar uma imagem tão negativa junto da opinião publica que vái ser preciso muito tempo até alguns ecologistas serem de novo crediveis.

Atento

Rendinhas Transgênicas disse...

Grande Catarina? Grande porquê? Catarina a Grande só conheço a Catarina da Rússia...porque se estás a falar da Catarina Eufémia, só lhe chamas grande porque numa revolta camponesa (diga-se de passagem iniciada por motivos que nada têm a ver com a política e sim com valores maiores como a fome)estava no sítio errado à hora errada e teve a imprudência ou a estupidez de estando grávida servir de carne para canhão....imagino que se vivesse hoje em dia e em condições semelhantes, os trangênicos seriam a sua ultima preocupação e duvido que comesse corn flakes!

Quanto ao verde se fôr por serem do Sporting estão desculpados....mas já agora senhor verde eufemista....para a próxima quando mandarem alguém à televisão vejam lá se vão preparados...nunca vi coisinha tão fraquinha, tão pouco consistente....o amigo Gualter tem de ver se come uns flocositos transgênios a ver se lhe avivam o raciocínio...faltou-lhe um bocadão assim....

Ovelhinha Negra vulgo Rendinhas disse...

Só mais uma coisinha... para serem mártires é preciso morrerem, essa é a condição essencial para se ser mártir....nunca ouvi dizer que ninguém se tornava mártir por se expôr ao ridículo...nesse caso temos um batalhão de mártires como o ti Alberto João, Paulo Portas, Fátima Felgueiras, etc...etc...todos eles têm em comum serem ridículos e prepotentes.

Quanto ao facto de serem bolseiros de Universidade Públicas é só mais um factorzinho que vos integra na porra do sistema...mais uns carneiros dos que dizem que não fazem parte da carneirada....

mordaki disse...

paleantes :\\
porque não leem o artigo do Daniel Oliveira no expresso ou um belo apontamento no site "o arrastão"?
Já leram o que diz o insuspeito Sousa Tavares sobre o "malandro" do Sá Fernandes?

Anónimo disse...

Oque vale é que cada cabeça sua sentença. tem razão o Mordaki, são ambos dignos de serem lidos, tanto o artigo do MST como o texto do Arrastão Oliveira.
O Verde também tem todo o meu apoio na luta contra os transgénicos, mas o que é um facto é que desobediência civil implica coerência, e já que estamos na Agricultura, tomates para assumir o acto. E o Gualter lá meteu os pés pelas mãos perante o interrogatório ( aquilo não foi uma intrevista) do Mário Crespo.
Quanto à Catarina, é cantada e bem pelo grande Zeca, foi aproveitada e mal pelo PCP e foi assassinada pela GNR. Não chega? Para quê a tirada filosófica, Rendinhas?

Redfish

Ovelhinha Negra Indignada disse...

Meu caro peixinho vermelho,

Eu também acho que chega e não me dediquei a tirada nenhuma filosófica que não faz o meu género...e por achar que chega é que penso que não devia ter sido utilizada pelo verde eufémia...porque na verdade, ela também não era de filosofias e devia ter preocupações bem mais comezinhas, mais de acordo com a sua própria sobrevivência...passei-me quando vi aquele eufemista auto denominar o grupinho dele como de "mártires de ceifeira na mão"....please..tudo tem limites

Dama Pé de Cabra disse...

Ao senhor Mordaki,

Só um pequeno apontamento para lhe dizer que independentemente das opiniões do insuspeito Miguel Sousa Tavares e do suspeito do costume Daniel Oliveira, cada um de nós tem direito à sua opinião acerca do sujeito em causa e a tirar as suas próprias conclusões sem recorrer a consiredações alheias...eu por mim já tinha deixado de falar do Sá Fernandes mas parece que não querem largar o tema.... em todo o caso acho que se lhe deve dar um voto de confiança, independentemente de não simpatizar com o senhor....para mim é mais criticável a associação ao PS na Câmara de Lisboa do que o sujeito em si...afinal António Costa acenou-lhe com uma vereação que não lhe vai trazer problemas de maior....

Activista Verde Eufémia disse...

Cara Dama,
A sua dimensão intelectual é avassaladora em inconsistência, a condição essencial de ser mártire é morrer, concordo! O que falta definir é o conceito de morte, e para mim não há de facto menor dúvida que Catarina Eufémia está viva, no coração e na imaginação dos homens livres, enquanto a si de facto...

Em relação ao tom depreciativo com que brinda o nosso movimento, não torna toda a sua adjectivação verdadeira, uma vez ser este o pensamento dominante das maiorias.

Parece-me que o luxo comodista em definitivo se tornou o lixo consumista, que a ditadura neoliberal usa e abusa para entreter o "povo".

Em definitivo o nosso movimento não terá que ser exótico para que mentes iluminadas, possam observar nas poltronas da assembleia da república, de vez em quando comprimentar a rapaziada e convidar para umas conferência de regime "ligth", para que as louras do Bloco não se assustem...

Multinacionais como a Monsanto e Bayer detentoras imorais de falsos direitos de propriedade intelectual, que impunemente e há grande escala global se servem de governos e politicos, financiando o permanente circo do poder, justificando triliões de dolares de ganho por minuto.

De facto a presença do Gualter na SIC noticias foi uma imprudência, ver o Mário Crespo de Camisa de punhos de Ouro, ressabiado por falsos principios, gostava de ver a mesma agressividade na intrevista ao ex-ministro do PSD que desviou milhares de Euros via SOMAGUE, esse, mesmo à luz de falsos platinados, já não é um ridiculo activista, mas sim um homem "bom rapaz" que teve a distração de se enganar numas facturas.

HAJA PACIÊNCIA....

OVELHINHA NEGRA disse...

A minha dimensão intelectual é avassaladora de inconsistência? tem a certeza que isso é dirigido a mim? sim porque aplica-se que nem uma luva à vossa argumentação...inconsistente! enquanto vocês se dedicam a manobras de diversão com os transgênicos, mais valiam lançarem-se em causas sociais realmente importantes....aproveitemos tambem para discutir o conceito de morte que para mim é só um...morre-se e pronto....quando falei dos mártires de ceifeira na mão (palavras suas) obviamente não me referia à Catarina Eufémia mas sim ao epíteto com que o meu amgo eufemista geenrosamente se definia mais o seu grupo

Anónimo disse...

a rendinhas transgénicas é uma tonta de direita.Sua estúpida do caraças a luta pela fome não tem nada de politica?Francamente,vá-se foder com um caralho quadrado e um murro nesses cornos.Já tou farto de vocês 'democratas' de merda.E qto ao post,nem um comentário!Concerteza que também andas a mamar,filho da puta.Para vocês,'gestores' há-de chegar o paredão.Por mim era já agora,parasita de merda!!

Dama Pé de Cabra disse...

para o anónimo ordináro que ainda não aprendeu a ler, certamente porque tem preocupações mais comezinhas como decorar o dicionário dos palavrões, fique sabendo que em lado nenhum você viu escrito que a luta contra a fome não é uma atitude política, nem nunca a tal me referi..aliás acho que até é a mais legítima das lutas políticas porque mexe com a nossa sobrevivência....o que eu disse, seu cérebro de molusco subdesenvolvido,é que essa luta muitas vezes não acarreta preocupações de carácter filosófico, é algo muito mais visceral do que isso e requer muitas vezes uma preparação intelectual que se ainda não é acessível a todos hoje, muito menos seria naqueles tempos...digo e repito que a figura da Catarina Eufemia foi utilizada pelo PC.

Esquerda silenciosa disse...

Para fraca figura anónima, que ameaça com paredão facilmente lhe dou a minha identidade, morada, ou mesmo local e hora de encontro, para que tão irreverente figura se digne a tentar cumprir aquilo que indignamente ameaça. Estranho é, de quem tão irreverentemente apelida outros de direita, facilmente e de uma forma abominavelmente fascista, tem comportamentos tão desiquelibradamente reacionários.

Estranho é que se fale da fome sem nunca se ter passado por ela, estranho é que se apelida facilmente o povo e a sua modesta forma de vida, e se viva palacianamente em falsos principios filosóficos.

A fome não se resolva com pragmatismos filosóficos, mas de arma e bandeira na mão, quando aí chegarmos, facilmente se faz a triagem dos eternos reformistas pseudo-revolucionários dos verdadeiros revolucionários.

Espero sinceramente que esse dia não chegue, mas silenciosamente estaremos preparados,e verdadeiramento atentos, até lá... apreciamos suavemente o vermelho que debota, em "rosa fish", dondocas atitudes, filosofias de alcova, de um partido que bem se comporta, que se agonia com o cheiro a suór do povo, cada vez mais intelectualizado sobre os seus lideres, o bando dos iluminados da capital, para onde todos os patos bravos voam em orgulhosas odes de pretenças mesas nacionais. aleluia irmão, bem haja a santa diversidade dos oportunistas...

Anónimo disse...

Há vermelhos e vermelhos, uns ficam rosa com o passar dos tempos, ou com a chegada de oportunidades de se juntarem á gamela do poder, outros mantêm a sua cor viçosa durante decadas. As cores nada têm a ver com a fome, essa forma abjeta de escravatura.
Portanto e não me revendo no ataque baixo á Rendinhas ( nunca pensei em defender aqui tal personagem) digo que é indigno e completamente ôco de sentido.

Sou
Atento

Ovelhinha Negra disse...

Obrigada pelo apoio...desde que os Verde Eufémia apareceram de cara tapada porque, palavras textuais, "quase todos são bolseiros de doutoramento de Universidades públicas"...que alguns moluscos foram tomados de ímpetos terroristas e ameaçam, a coberto do anonimato, com o paredão!
Devo referir que a minha unica cor é a do Sporting que felizmente não se identifica com a de nenhum partido, imbecis esses tantos os há à direita como à esquerda....confesso que cheguei a depositar em tempos as minhas esperanças no PS porque pensei, ingénuamento confesso, que nos poderia conduzir a uma refundação do socialismo democrático que nos ofereceria uma alternativa real ao neoliberalismo nascente...enganei-me....enganei-me de tal forma que vejo o PS hoje defensor de tudo aquilo que abomino...vivemos num período de baixa intensidade ideológica em que o "eu" cada vez mais substitui o "nós", o facto de falarmos mais em valores do que em ideias é disso verdadeiramente um sinal grave...porque afinal o que são valores? como se podem definir se têm um conteúdo tão altamente abstracto...isto não impede de que ao longo dos tempos termos assistido a uma mediatização da política..para mim instrumentalizar pessoas em dificuldades para levar a cabo combates políticos não me parece digno, embora infelizmente seja recorrente....era a isso que me referia quando mencionei o nome de Catarina Eufémia

A esquerda tem culpas no cartório por cada vez ser menos ideológica? claro que tem....tem valido a máxima se não os podes vencer,junta-te a eles, e a que assistimos hoje? à aceitação do capitalismo liberal por parte da esquerda como se de um fatalismo necessário se tratasse...é o quadro geral de uma sociedade que se limita a compensar os excessos por políticas sociais a favor daqueles a quem o liberalismo deixa de lado....esta é a "esquerda moderna" que temos...aproveito para saudar as palavras do "esquerda silenciosa" com uma intervenção deveras acutilante que não deixa de ser um sorriso irónico sobre nós mesmos...mas se não soubermos rir de nós mesmos o que nos restará?

Absurdum disse...

Há uma lamentável chamada de atenção que merece ser referida, sob pena de injustamente se atacarem grupos genéricos e diversos na verdadeira liberdade intelectual que nos caracteriza.

O Activista Verde Eufémia, Esquerda Silenciosa e alguns outros, são pseudónimos de uma mesma identidade, o reparo jamais seria feito, caso não estivesse a ocorrer uma lamentável confusão de um personagem que injustamente se vê colocado no mesmo "saco" de um insultuoso "anónimo".

Verdadeiramente não faço parte do Movimento Verde Eufémia, embora conheça alguns dos seus membros, acho hipócrita a posição do Francisco Louça e do diz que não disse do Miguel Portas, tendo havido unicamente alguma ponderação na posição do Daniel Oliveira no Expresso.

Tem havido um verdadeiro conjunto de enganos por parte de todos, não deixa de ser importante de referir que acima de interesses eleitoralistas, está o interesse das pessoas, e nunca uma tomada de força por parte de quem quer que seja, cai sempre bem no seio dos movimentos, mas pior do que fazer é reconhecidamente fechar os olhos.

Viva o Ecoterrorismo global...até à vitória. Sempre!

Trotsquista de Salão disse...

Claro que sei quem é e reconheço o estilo de cada vez que entra mesmo que use vários nicks....não sou uma operária vigilante mas sou uma ovelhinha observadora e na realidade muito pouco venenosa...isso não impede que umas vezes esteja de acordo e outras não...gostei das observações do esquerda silenciosa mas não concordo com a posição sobre o milho transgênico....aquela dos "mártires de ceifeira na mão" deu-me a volta ao estômago....às vezes há tiradas poéticas, e o meu amigo está cheio delas, que não resultam, e essa decididamente não colou...admiro a sua seriedade e empenho que têm que ver certamente com a sua tenra idade....à medida que vamos envelhecendo vamos elvando a vida um bocadinho menos a sério!

Anónimo disse...

Uma pergunta simples no meio do devaneio lírico que parece ter tomado conta de todos menos da besta anónima que resume a sua limitada participação neste debate a meia dúzia de impropérios torpes e a ameaças de fuzilamento!
Vocês estão a falar de quê? Anónimos de esquerda rendada e silenciosa que se reconhecem pela escrita e ideias, Catarinas transgénicas como argumentos para uma melhor posição no grelha de partida no concurso "Quem é mais de esquerda"? Não me gozem.
Outra pergunta: porque raio o Louçã é demagógico quando diz que condena a acção dos militantes Verdes eufémicos? Porque negou de forma tão ridícula o Gualter, o apoio à candidata do BE à câmara de Almada, apoio formalizado em assinatura, vindo depois , numa forma irresponsável e indigna acusar o BE de abusivamente ter usado o seu nome nessa altura? É este o tipo de pessoa que se pode levar a sério como dirigente seja lá do que fôr?
Até porque a luta contra os transgénicos é demasiadamente importante para que andemos a dar tiros nos pés ( mesmo que cheios de boas intenções)!

Redfish

Anónimo disse...

De quem vê peixe em avestruz facilmente percebe a inversão evolutiva que o meu amigo de vermelho padece.

Às vezes não se trata de ser ridículo, mas a insistente forma de se insistir no ridículo, afinal o Gualter nunca foi um elemento activo no Bloco, nunca liderou campanhas de opinião nos últimos anos, nem tão pouco esteve como cabeça de cartaz nos debates do Socialismo. Haja paciência…

Leiria em Cuecas disse...

Também era cabeça de cartaz o saudoso Eduardo Prado Coelho, que iria falar de M. Yourcenar! Isso faz dele um perigoso bloquista?
Aliás, muitos dos intervenientes no Socialismo 2007 não foram do Bloco, senão nos temas próprios do Bloco, com intervenções políticas do Louçã e da Ana Drago, por exemplo. Depois falou-se desde "a Fundação de Portugal" até a " Futebol e socialismo" passando pelo "Terramoto de Lisboa", seminários sobre feminismo,música e até sobre transgénicos, onde falaria o bom do Gualter, que como quem lá foi pôde constatar, não apareceu. Foi pena!!
estiveram lá mais de 500 alminhas, algumas de Leiria, e muitas das que lá estiveram não eram Bloquistas. Mas isso só vendo, porque para maldizer não é preciso lá estar.
Eu começo a pensar na história do velho, do garoto, e do burro!! Quando o que se pretende é dizer mal todas as soluções são erradas,
sejam elas quais forem.

Redfish

Rendinhas Lavadas disse...

Caro Peixinho Vermelho,

Também não percebo as acusações....isto ou se é da esquerda radical ou se vai ao paredão.....muito democrático! a história dos transgênicos cheira mal tal como a do Sá Fernandes...já esgotámos o tema....a água parece-me bem....sempre nos vai lavando a alma, embora doseada para não sair muito cara......

Anónimo disse...

Dosear a água? Então no Fim de Semana não houve cheias em Leiria?
E é verdade, até ver o Zé e os Transgénicos já são assuntos esgotados.
Sou
Atento