terça-feira, fevereiro 17, 2009

12 de Fevereiro - mais uma descarga na Ribeira dos Milagres



Seguindo o trajecto do resto do país também na Ribeira dos Milagres houve merda.
Desculpem a crueza com que me exprimo, mas está cada vez mais exposta, e chamo merda como podia chamar bosta. O que importa é que promessas leva-as o vento e a bosta fica cá para nossa vergonha. As semelhanças entre as suinas excrecências e
as da governança, já não são só coincidências, são evidências. A desfaçatez com que quem pode nos trama, vigariza e ainda goza só tem paralelo com a persistência com que os suínos vão cagando para nós. É verdade que de um lado estão banqueiros, governantes, gestores, e do outro, suínos, bacorinhos e leitões, que estes últimos cagam campos e ribeiras e os primeiros defecam mais pelas cidades, mas poluem nações inteiras. Sem querer tomar partido, confesso uma pequena tendência para simpatizar com os animais, porcos que sejam, porque esses ainda servem para alguma coisa, quando bem temperados e melhor assados. Os outros andam lavadinhos e bem vestidos, usam seus caros perfumes para esconder os seu odor a podridão.
Estamos entregues à bicharada, dirão alguns, e eu confesso, que nunca senti tanta verdade num verso. Entre estas bestas e a razão está um povo à beira da depressão, que se não se põe a pau fica sem ribeiras, sem os porcos e sem nada, que tudo lhe roubarão, e sempre, como é hábito e oficial, a bem da Nação



6 comentários:

Fábio Salgado disse...

Só não subscrevo, como sabes, essa parte da função alimentícia que dás aos porcos. Não que não a reconheça, mas não é essa a sua única razão de existir!
De resto, estou contigo contra o tratamento que vamos dando a essa merda toda.

Fábio Salgado disse...

abraço!

Caramelo de Badajoz disse...

Relativamente aos porcos não passas de mais um que contribui para a existência das suiniculturas! se deixasses de comer leitão, se todos deixassem de comer leitão, o negócio não teria razão de ser-portanto tu és mais um que alimenta todo esse comércio!

Leiria em Cuecas disse...

Ó Caramelo, mas eu não tenho nada contra os animais. Só quero que as suiniculturas estejam legais e que acabem as descargas nos rios. não me passa pela cabeça proibir as suiniculturas, assim como não me passa pela cabeça vir um caramelo qualquer dizer o que eu devo comer.
Ah! Não gosto de leitão. Não como leitão! Nem gosto de caramelo. É assim a vida. Gostos.

Anónimo disse...

Os porcos continuam a triunfar!
Vai o Zé Povinho, almoçar ao Parque de Merendas dos Milagres, e a "merda", a boiar, e é o começo da Ribeira...!!!!!!!!!
Na Foz do Liz, maravilha, o berdadeiro cheirinho a merdum!!!!!!!!!!
E, ninguém sabe nada niguém vê nada!
É, um pais de brandos costumes!!!

Anónimo disse...

Os porcos continuam a triunfar!
Vai o Zé Povinho, almoçar ao Parque de Merendas dos Milagres, e a "merda", a boiar, e é o começo da Ribeira...!!!!!!!!!
Na Foz do Liz, maravilha, o berdadeiro cheirinho a merdum!!!!!!!!!!
E, ninguém sabe nada, niguém vê nada!
É, um pais de brandos costumes!!!