segunda-feira, agosto 08, 2005

REDFISH said...

Há quem critique a estratégia definida por G.W. Bush para combater incêndios e eu não percebo porquê!!! De facto se se arrancarem todas as árvores que existem numa determinada área deixam de existir incendios florestais. É bem pensado, e não é pior que o que os nossos "BUXES" têm feito, que é nada, e ainda por cima gastando dinheiro aos magotes a fingir que fazem muito. A irresponsabilidade criminosa de governos, câmaras, juntas de freguesia e demais poderes tem levado a que o ordenamento florestal seja um sonho eternamente adiado, a educação das populações na prevenção um mito, a limpeza das matas uma ideia marciana. Os srs padres nas missas, que tanto berram contra abortos, casamentos gay e até fizeram homilias a favor do "Euro", porque é que não aplicam os seuas sermões nalgo positivo como a sensibilização dos seus paroquianos para este flagelo que é de todos e em que todos temos responsabilidades.

2 comentários:

indio louco disse...

Chove lá fora...
a chuva que cai pronuncia alguma tranquilidade para os bombeiros e populares, mas potencia o cheiro a terra queimada... esse cheiro ocre que me entope as narinas e aniquila a capacidade que vou tendo em acreditar num amanhã melhor .
É este cheiro que alem das arvores tombadas e ruinas de casas ardidas simboliza o testemunho daquilo a que deixaram ser o nosso portugal.
Quantas arvores mais terão de arder até que haja uma consciencia civica para a necessidade de promover uma efectiva limpeza das matas???
quantas casas terão de ser consumidas pelas chamas até que se defina a necessidade de dotar os bombeiros de meios eficazes de combate aos fogos, ao inves de comprarmos um ou outro F16 o submarino, a quem livramos da sucata???
Quantas vidas mais terão de ser ceifadas pelas chamas, até que os tribunais percebam o que realmente está em jogo??? até que entendam que há um negocio organizado à volta dos fogos e que quem provoca um incendio de forma criminosa é um potencial homicida...talvez assim fizessem com que um individuo incriminado por um incendio o ano passado fosse detido como deveria, e assim talvez não tivesse este ano provocado outros cinco fogos de grandes dimenções .
de tudo o que vivemos além da tristeza que é ver o país cada vez mais cinzento e moribundo fica a boa certeza de que mais uma vez como portugueses que somos soubemos unir-nos bombeiros e populares e cooperar no combate as chamas, em gestos solidários e anónimos como os que testemunhei em regueira de pontes, na memória e nas cortes...
gestos tão diferentes do parlapie dos politicos,cada vez mais obtusos e distanciados da realidade. Eles parecem indiferentes a floresta que arde, desde a área ardidaseja maior do que no governo deles, e vão esgrimindo os mesmo argumentos uns contra os outros à medidaem que vão sendo ora governo ora oposição sem no entanto passarem das palavras as actos.
eu que cada vez percebo menos de politica sei que esta terra é a mesma que vou deixar aos meus filhos, a mesma terra que é vida e que quero verde.... por isso alegro-me por hoje estar a chover e palas treguas que isso irá provocar na luta contra as chamas.
E amanhã... será que amanhã irá chover.????

só sei que aconteça o que acontecer cá estaremos longe da politica, anónimos que somos, mas mobilizados.

Liliana disse...

O problema dos fogos não se resolve enquanto andarem muitos a lucrar com eles. E muitos desses são também os que estão no poleiro!

Toda a gente sabe que são fogos postos mas libertam os presumíveis culpados porque não foram apanhados em flagrante???!!! E os que são apanhados, confessam e depois são considerados inocentes após o julgamento porque dizem que foram obrigados a confessar e levaram porrada???!!!

Se a população não arregaçar as mangas e não meter lá no meio do fogo meia dúzia desses gajos isto não abranda.

Todos os anos é a mesma cantilena: "vamos ajudar os que ficaram sem nada, com linhas de crédito (olha os bancos a lucrar) e depois vamos tratar da prevenção" o problema é que de ano para ano a prevenção vai sendo cada vez menos e mais tardia. ~

Só não vê quem não quiser!