quarta-feira, fevereiro 13, 2008

E onde se enterram os sobreviventes?






Eu pensava que o único que conseguia ressuscitar era o Santana Lopes, mas pelos vistos não é o único...ah! Pois e o Paulo Portas também, desculpem, mas esses senhores devem ter clones congelados com cassetes diferentes programadas conforme as ocasiões.
Andam para aí uns gajos a tentarem ressuscitar a monarquia, mas isso parece ser mais difícil porque o rei sem trono que se passeia por cá é um morto-vivo e durante os próximos 500 anos é difícil que a coisa evolua. Há também quem queira fazer reviver o Salazar, porém aí a coisa é diferente, e embora tenham usado dos mesmos processos bolorentos que os partidários do rei, as sessões de bruxaria são mais secretas e com mais meios financeiros para pagar aos feiticeiros.
Por cá, a Câmara está a tentar tudo por tudo para ressuscitar a União de Leiria, mas ao que parece, a coisa está preta. Como será um estádio sem jogos nem jogadores, já que como ele é sem público nós já sabemos? Talvez um estádio fantasma, desculpem lá a piada de mau gosto.

2 comentários:

Leitora assidua disse...

Devo acrescentar que o estadio não são só bancadas e relvado.Para conhecimento:
-O Estadio dispoe de sala de reunião/formação que são usadas diariamente por varias empresas;
-O Estadio dispoe de um auditório usado regularmente por varias entidades de renome nacional para fazerem reuniões no centro do país;
-O Estadio recebe empresas de renome nacional para fazerem eventos com os colaboradores que incluem team.building/jogos na pista e no relvado/jantar ou almoço/..etc,etc
Por estas e por outras ás vezes antes de falarmos em "estadio fantasma" devemos tentar obter informações.
Já agora... alguma fez foi ao estádio?
Uma leitora atenta!

Leiria em Cuecas disse...

No estádio...até já se fez uma venda de carros, vendas de roupas, etc, além de todas as maningâncias que a atenta e muito bem-vinda senhora referiu. Qualquer dia poder-se-á plantar couves junto das balizas, e por cabrinhas a pastar para aproveitar a relva. Basta que para isso a UDL seja despromovida, cenário bastante provável.
Sejamos claros: tantos milhões de Euros para a senhora me vir falar num auditório e reuniões???, qualquer hotel manhoso tem salas de reunião que servem prefeitamente mesmo às melhores empresas. Team-building é engraçado e os colaboradores dessas empresas devem ter gostado imenso dos jaccuzzis e outras mordomias que o estádio oferece após o dispêndio de energia e suor pelos colaboradores dessas importantes empresas. O que é pena é que um equipamento desportivo construido com o dinheiro que pertence aos contibuintes É PARA SERVIR ESSES CONTRIBUINTES, e não para ser palco de acções lúdicas esporádicas de meia dúzia de bem-humorados colaboradores de excelentes empresas. Já de si o contrato rubricado pela Leirisport com a UDL para o usufruto por esta do Estádio é altamente lesiva para os interesses públicos, e só mesmo os beberetes e lautos banquetes oferecidos nas recepções ao FCP animam um pouco a zona VIP nos dias de jogo. Resumindo: um estádio-fantasma, correndo o risco de ser um estadio-fantasma travestido de pavilhão multiusos para quem brinca e esbanja dinheiros públicos.

ps- devo dizer que conheço bem o estádio, e tem óptimas condições, bastante melhores do que a maioria das escolas concelhias, onde não há dinheiro (para onde terá ele sido canalizado?) para melhorar os equipamentos desportivos e não só.

Redfish