quarta-feira, abril 23, 2008

Abaixo o azar....


Ou eu me equivoco muito, ou há para aí muita baralhação em certas e voláteis cabecinhas! De facto, as coisas até estavam a correr bem, o ram-ram de sempre, alternância garantida, ora aldrabas tu, ora engano eu, quando, por culpa da ingenuidade e, vá lá, de algum cansaço e até de alguma falta de paciência da populaça perante a inoperância aberrante do governo Santana/Portas de má memória, o dito engenheiro José Sócrates se implantou mais o seu staff como fungo parasita nas cadeiras do poder, e vai ser um cabo dos trabalhos tirá-lo de lá!!
E...porquê? - perguntarão vossemecês - e eu terei apenas meia dúzia de motivos que me saltam à vista e que exporei se a tanto me ajudar o engenho e a arte:
1- Ele tem apoios onde é preciso. Optando por meter o que restava ao PS de socialismo e de vergonha na gaveta, Sócrates tocou a governar a favor da grande finança nacional e internacional. Mandando para as urtigas todos os pruridos, conseguiram ultrapassar pela direita os seus antecessores e até o insuspeito Bagão Félix veio a Terreiro reclamar ( julgo eu que com uma pontinha de inveja!!) por este novo Código de Trabalho ser muito mais oneroso para os trabalhadores do que o que ele fez e que o PS classificou (na ocasião, na oposição, agarra que é ladrão) de inqualificável!! Tem os patrões do seu lado.
2- A direita está completamente desbaratada, por culpa própria, com os erros e dislates que cometeram enquanto poder, como por lutas intestinas, que, como tudo o que vem do intestino, deu merda, falando bem e depressa. Sócrates mexe-se bem onde o PSD estava implantado e praticando uma promiscuidade política com os laranjinhas em quase todos os domínios da sua área de actuação, este governo de cariz neo-liberal, retirou argumentação à oposição Psdoca. Sem alternativas, nem capacidade de inovar, acrescente-se, restou ao PSD o faits-divers, a política do espectáculo, o recurso ao populismo mais retesado, com o que, por sua vez invadiu o reino do seu amor/ódio CDS de Paulo Portas, confinando este, a um pequeno espaço entre a extrema direita xenófoba e a demagogia delirante do seu Chefe Portas.
3- Por último, uma esquerda em turbilhão onde os desejos hegemónicos do PCP, na ânsia de controlar todas as lutas impondo a sua lei, tem sido determinante no enfraquecimento de um movimento social que estando em emergência e já tendo demonstrado a sua força, como no caso do chamado movimento dos Professores, se vê de repente perante acordos como os que foram assinados pelos seus sindicatos com a Ministra da Educação, naquilo que se traduz quase numa traição. Dir-se-á que tudo o que escapa ao controle do PC tem forte oposição deste, e isto tem agradado ao senhor Sócrates e seus boys.

Nesta altura, já o PSD em convulsão procura o seu messias para a redenção. Este será uma mistura de Manuela F Leite, Cavaco Silva, Santana Lopes e Alberto João Jardim. Uma espécie de monstro de Frankenstein, mas para pior. Terá o apoio certo da concelhia de Leiria. E da srª Presidente Damasceno.
Tenho a certeza.

Comecei a escrever este artigo no dia 23 de Abril.
Termino-o dizendo que amanhã é 25 de Abril.
34 anos depois este é o estado do país.
O que iremos ainda comemorar? Como? Um jantar de cravo ao peito e uns eferreás?
O que resta do sonho?
Ou ele ainda está vivo, e só temos tido azar?
Se assim fôr, abaixo o azar e viva o 25 de Abril.

Amanhã falamos

Redfish

4 comentários:

Não deixes andar disse...

Poucos sonham,meu amigo.Azar?? qual azar qual carapuça.Somos é burros que circulam em redor da nora e nada mais lhes interessa.Quantos de nós andamos a levar no trazeiro sem nos queixar-mos..masoquistas?..não! somos é o povo que somos, que desconhece os direitos e deveres e que gosta muito de quem exerce o poder como este e outros trastes o exercem.

Anónimo disse...

Adorei o post!

Já que estamos falando da arte de sonhar, dêem uma olhada neste video do youtube http://www.youtube.com/watch?v=hyaX3JgPLVk, ou acesse o site www.meus3desejos.com.br. Tenho certeza que vocês irão gostar.

Abs.

líseo disse...

O 25 de Abril foi a marca fundadora da Liberdade de todas as cores e de todas as diferenças! Por isso, não aceito o Abril cristalizado nos desejos umbilicais de uns tantos! Por isso, vale sempre a pena comemorar, com alegria, o 25 ABRIL 74 !

Snowmass disse...

O melhor do post é sem dúvida o desenho, e nem quero admitir quem vem no escorrega ...