sexta-feira, fevereiro 29, 2008

o fotógrafo estava lá

Acabadinho de chegar da bendita Assembleia Municipal venho descansar os contirbuintes que nos procuram neste singelo espaço: A Leirisport vai continuar a ser a mesma coisa indefinida e nebulosa a que já nos habituámos, pese embora os líricos do BE quererem acabar com ela. Pelo palco passaram diversos protagonistas do drama, enfim, e de estranho só o facto do PCP se ter abstido na votação, permitindo que fosse aprovado um regulamento que diz, por exemplo, lá para o meio, que a Leirisport, que tem capitais públicos, (ou seja, é dinheiro da CML que a sustenta), se tiver prejuízo no seu exercício, será compensada pela Câmara!! Bonito, e eu gostava de ser gestor numa empresa assim! É muito melhor que ser croupier num casino, por isso é que aquela coisa deu raia. Ficou também claro, que afinal, aqui na província somos quase tão bons como nas grandes cidades, do Sul ao Norte.


Este post é cor de laranja, porque fica bem com o colorido da notícia.


Enquanto isto se passa, Leiria dorme, embalada pelo sono eterno da ignorância, que provoca no cerebrozinho dos pobres de espírito os mesmos danos que um tamanco, virado do avesso, enfiado por uma das narinas.
Redfish

terça-feira, fevereiro 26, 2008

A CML TENTA A SORTE- 5ª feira anda à roda, não perca a Assembleia Municipal


"Não se pode estar sempre atrasado em relação à capital!"

Terá sido esta a razão que, segundo más línguas que por aí correm, poderá supostamente levar a que a Leirisport, empresa municipal que como se sabe, ( ou se não sabe tinha a obrigação de saber pois o dinheiro que lá se gasta é nosso, está a ler bem, nosso, o que quer dizer que é seu também!!) está para os Leirienses como a lua está para a maioria dos terráquos, ou seja, sabem que existe, até se vê, mas não se sabe nada do que lá se passa, do que lá existe e porque tanta gente importante quer lá ir.

Assim, e segundo notícias que necessitam de ser confirmadas, na próxima sessão da Assembleia Municipal, o executivo camarário vai propôr que a Leirisport se transforme em Leirisport, Casinos de Leiria e Arredores, transitando a ex candidata à Câmara de Leiria pelo CDS/PP, ex defensora da extinção da Leirisport, e ao momento, membro da direcção da dita, acumulando o cargo com a vereação no pelouro do Desporto ( o que prova que mudar, desde que se mude na direcção certa, pode trazer-nos algumas alegrias), para directora do casino e supervisora dos croupiers, tendo como assistentes o Bispo de Fátima e alguém, não se sabe quem, da SAD da União de Leiria, que abandonaria o Futebol e se passaria para jogos de azar ( Banca Francesa, Roleta,etc).

O Casino funcionaria no ex Estádio Magalhães Pessoa, que se chamaria Casino Isabelita, e as obras irão a concurso que será ganho pelo grupo Lena.


O Leiria em Cuecas, espera sinceramente, que estas notícias não se confirmem.


Redfish

segunda-feira, fevereiro 25, 2008

Lurdes, Lurdes, conseguiste!


É bem verdade! A ministra da (des)Educação conseguiu o que nunca se tinha conseguido: unir os professores! Agora só falta o mais fácil.

CORRER COM ELA

Uns pequenos nadas


Há dias em que só queremos partir

sem saber para onde, sem querer saber para onde

"...eu quero é ir embora

eu quero é dar o fora..."

Há dias em que só queremos mudar

sem saber muito bem o quê, nem o porquê

apenas deixar de sentir esta angústia de viver



a raiva e frustração de não conseguir atravessar

essas fronteiras que nos tolhem e que ajudámos,

com a nossa displicência, a construir.

Há dias em que sabemos sorrir

sorrindo dizemos companheira

e renovamos a esperança ingénua na verdade,

prometemos luta contra o conformismo,

a ganância e os preconceitos,

e somos guerreiros, dignos, solidários,

e nesses tempos, muito belos.


sábado, fevereiro 23, 2008

terça-feira, fevereiro 19, 2008

Jornada de protesto contra a desigualdade




"Desculpe, sr. 1º ministro, mas tenho que lhe fazer esta pergunta."

Foi assim, ontem, a entrevista ao Engenheiro do nosso Descontentamento.
Sócrates brilhou, auto-elogiou-se, e perante o olhar quase enlevado dos supostos inquiridores brindou-nos com uma sessão da melhor propaganda política que o
Governo podia desejar. E à borla, o que ainda lhe soube melhor.
Com a imprensa na mão e a maioria absoluta no Parlamento, Sócrates é quase um rei.
É quase, mas ainda não o é.
Podemos e devemos lutar contra a prepotência deste Governo.
Professores, precários, utentes do SNS, funcionários públicos, cidadãos em geral, todos temos sofrido com as políticas discricionárias do Governo de Sócrates e "seus" compinchas.
É tempo de ser exigente. É tempo de dizer basta!
Dia 22 de Fevereiro, jornada de protesto contra a desigualdade.

sábado, fevereiro 16, 2008

É a Saúde, estúpido

Estão a dar cabo do nosso Serviço Nacional de Saúde. Ele já padece de algumas maleitas, mas a ideia deste Governo é dar cabo dele.

quarta-feira, fevereiro 13, 2008

E onde se enterram os sobreviventes?






Eu pensava que o único que conseguia ressuscitar era o Santana Lopes, mas pelos vistos não é o único...ah! Pois e o Paulo Portas também, desculpem, mas esses senhores devem ter clones congelados com cassetes diferentes programadas conforme as ocasiões.
Andam para aí uns gajos a tentarem ressuscitar a monarquia, mas isso parece ser mais difícil porque o rei sem trono que se passeia por cá é um morto-vivo e durante os próximos 500 anos é difícil que a coisa evolua. Há também quem queira fazer reviver o Salazar, porém aí a coisa é diferente, e embora tenham usado dos mesmos processos bolorentos que os partidários do rei, as sessões de bruxaria são mais secretas e com mais meios financeiros para pagar aos feiticeiros.
Por cá, a Câmara está a tentar tudo por tudo para ressuscitar a União de Leiria, mas ao que parece, a coisa está preta. Como será um estádio sem jogos nem jogadores, já que como ele é sem público nós já sabemos? Talvez um estádio fantasma, desculpem lá a piada de mau gosto.

terça-feira, fevereiro 12, 2008

Com TGV, quem ganha é....Quem???



O bom povo português, como todo o bom povo que se preze, tem confiança em quem manda, embora, como todo o bom povo que se preze, diga mal deles que se desunha. Há até um provérbio antigo que dizia (eram tempos de ditadura): "Quem fala mal do governo vai preso, quem não fala é mudo!"Embora já não em ditadura, mas cada vez com mais parecenças com esses tempos de má memória, a prática do maldizer e nada fazer vai-se mantendo, e os governos e governantes vão-se governando, a bem da Nação, como não podia deixar de ser. E os negócios vão correndo a contento, com o povinho a olhar e a admirar, e quando a merda já está feita a zurzir, embora nada se faça para os impedir.
Assim, temos os estádios do Euro, como o "nosso" Magalhães Pessoa, assim teremos o TGV, e se alguem disser que é um erro de lesa Pátria esturrar assim dinheiros públicos, todo o bom povo o vai desancar, pois é contra a evolução, não quer o bem da nossa região, é um aldrabão, etc e tal.
Os nossos mais dignos representantes, os eleitos e os que por obra ou descendência se foram distinguindo dos demais concidadãos, são quase todos unânimes: TGV, sim, de Lisboa para todo e qualquer lugar do mundo, mas, e o mas é essencial, com paragem em Leiria, dizem os bem pensantes de Leiria, em Coimbra, conimbricences dixit, em Aveiro, berram os vareiros, em Viseu, mesmo que a linha lá não passe mas faz-se um ramal, exigirão os viseenses, e assim por diante até chegar ao Porto, que daí prá frente depois se vê! Ou seja, um bom e valente TGV, dos mais caros, com paragens em todas as estações e apeedeiros, para contento de todos os povos beira-linha plantados.
Eu cá até gosto da ideia de ter bons comboios, mas já me contento com comboios que andem a horas, várias vezes por dia, eléctricos, na Linha do Oeste. Escusam até de andar muito depressa, porque este é um país de curtas distâncias e sempre se poupa na energia e no investimento!
Eu sei que sou do contra, parei no tempo e outras coisas mais que me queiram atribuir. Mas sou assim: quem mal ganha para um T1 não pode querer comprar um palácio. Ter mais olhos que barriga tem sido sempre um defeito que nos tem custado muito caro! E curiosamente... são sempre os mesmos que ganham com estas negociatas!
Só para saber, eu que sou um peixinho pequenino e inocente: Porque será que os países do Norte da Europa, mais avançados tecnològicamente, mais ricos, não querem o TGV para nada? Serão eles os ToTós???

Redfish

domingo, fevereiro 10, 2008

É A TUA VIDA, ESTÚPIDO







BERTOLT BRECHT






Não sei como dizer as coisas de outro modo. Espero que se sintam ofendidos. A mim, a arrogância com que demonstram a sua cretinice, ofende-me. Essa imensa maioria de cretinos que se refugia no insulto baixo, na covardia do não querer saber, na comodidade do "são todos iguais", é o sustentáculo de todos os opressores, a massa de apoio acrítica que agrada a todos os ditadores. Estão em todas as camadas sociais e em todos os estratos profissionais. Chamam-te intelectual como se isso fosse um insulto, quando a sua ignorância não lhes permite ver mais do que o que têm à frente do nariz. Não são um fenómeno recente, e permitiram que Hitler fosse eleito, por ele mataram, torturaram e humilharam todos os que eram diferentes. Permitem os Bush, os Paulos Portas, os Sócrates, os Barrosos, os Santana Lopes, e depois dentro dos seus galinheiros mentais dizem que a política é uma porcaria, e que "eles", são todos iguais. Quando lhes dás uma petição para assinar, seja em defesa de um Serviço de Saúde universal e gratuito, seja pela Gestão Democrática da Escola, pelo Direito ao Emprego ou por qualquer outro direito básico, riem-se de ti e dizem que não se metem em políticas!!
Dedicado a essa cambada de cretinos, com a devida vénia ao seu autor, Bertolt Brecht, o

ANALFABETO POLÍTICO

O pior analfabeto é o analfabeto político.
ele não ouve, não fala, nem participa nos acontecimentos políticos.
Ele não sabe que o custo do pão, do peixe, da farinha, da renda, dos sapatos e dos remédios dependem de decisões políticas.
O analfabeto político é tão burro que se orgulha e enche o peito dizendo que odeia a política.
Não sabe o imbecil que, da sua ignorância política nasce a prostituta, o menor abandonado, o assaltante e o pior de todos os bandidos, que é o político vigarista, desonesto, corrupto e lacaio das empresas nacionais e multinacionais


Bertolt Brecht

quinta-feira, fevereiro 07, 2008

Deputado, deputado, quem és tu?




NINGUÉM!

Continuando o seu combate em prol de uma clarificação da política partidária e de uma definição ideológica da esquerda e a favor dos movimentos de cidadãos, Manuel Alegre diz uma coisa, faz outra e continua amigo de todos! Assim é que é!
Tendo declarado ser a favor de um referendo ao Tratado Europeu, mas solidário com os seus parceiros de Partido, Manuel Alegre, mais uma vez, absteve-se, com declaração de voto.
Pois é, digo eu que sou um inocente peixinho, escreves bem mas não me alegras!

Redfish

Alta tensão! Governo Sócrates dá choque


PS recusa precaução nas linhas da REN e o fim da precariedade encapotada na investigação
O Partido Socialista chumbou os dois projectos de lei que o Bloco levou a plenário na sexta feira sobre o regime laboral dos investigadores científicos e o princípio da precaução na instalação de linhas de alta tensão. O outro projecto de lei do Bloco discutido nesse dia, para alterar o Indexante dos Apoios Sociais, será votado na próxima semana.

quarta-feira, fevereiro 06, 2008

Os Porcos estão na maior



Não. Embora não seja nada estranho que falássemos outra vez das suiniculturas e das descargas poluentes que com notável persistência se vão repetindo sem que os responsáveis pela badalhocagem dos nossas ribeiras sejam punidos de modo a parar com estes eco-atropelos. Não desta vez queremos mesmo falar do livro de George Orwell, pseudónimo de Eric Arthur Blair (1903-1950),escritor, jornalista e militante político,que participou da Guerra Civil Espanhola nas milícias marxista/trotskistas e foi perseguido, junto aos anarquistas e outros comunistas, pelos estalinistas:
"O triunfo dos Porcos".
O romance foi escolhido pela revista Time Magazine como um dos 100 Melhores da Língua Inglesa e foi o 31º na lista dos Melhores Romances do Século 20 da renomada Modern Library List.
Publicada em 1945, O Triunfo dos Porcos ( Animal Farm ) foi imediatamente interpretada como uma fábula satírica sobre os desvios da Revolução Soviética, nomeadamente do Estalinismo.
O romance de George Orwell de fato fazia uma dura crítica ao totalitarismo soviético, mas o seu sentido transcende amplamente o contexto do regime estalinista. Certamente a sátira não foi escrita inspirada apenas nesta situação, mas em diversos momentos da história e, é lógico, tratando-se de uma obra eterna, criticando as futuras gerações de porcos, ovelhas, cães, cavalos, gatos e todos os demais espécimes Humanos.
Para ler ou reler e notar a actualidade do tema, além da qualidade do texto, de uma ironia terrivelmente crítica e acutilante. "TODOS OS ANIMAIS SÃO IGUAIS MAS HÁ UNS QUE SÃO MAIS IGUAIS QUE OUTROS".
Uma curiosidade:A banda Pink Floyd, inspirou-se em Animal Farm para fazer um album conceptual, que lançou em 1977. Foi o seu 15º álbum, Animals.
A idéia original de Roger Waters de se inspirar em Animal Farm , aliada a uma banda ainda entrosada e mais madura, foi um sucesso mundial, devido à intensidade das letras, dos efeitos sonoros e a forma “animalizada”, mas bastante directa, de passar a mensagem desejada. ( retirado de Wikipédia )

terça-feira, fevereiro 05, 2008

O QUE SERÁ?



O que será, que nos faz continuar?
Não sei, mas certamente esta é uma das maiores e mais lindas homenagens às gentes, que a despeito de tudo, seguem lutando, vivendo e amando

domingo, fevereiro 03, 2008

O Ramos Horta anda a fumar coisas esquisitas!!



Que o Prémio Nobel da Paz é assim a modos como que um não sei quê nem como explicar porquê mas este gajo faz-nos jeito se fosse... já cá se sabia!
Mas até a hipocrisia tem limites!!

Ao propôr Durão Barroso para prémio Nobel da Paz, o também laureado Ramos Horta, ofende a memória de todos os inocentes que morreram por causa desta mentira ignóbil que foi a invasão do Iraque!! Haja decência!

Não à precariedade