domingo, março 02, 2008

Os 16 ilustres Portugueses/ Jornal Público


Não queria acreditar no que estava a ler!

O jornal "O Público" lá vai, paulatinamente e perante a nossa indiferença, fazendo a lavagem de um dos periodos mais negros da nossa história .
Referimo-nos á ditatura fascista de A.O. Salazar.
Dos 16 ilustres portugueses (segundo eles), do século XX , de que irão fazer a bibliografia, no que á politica se refere só aparecem dois : Salazar e Marcelo Caetano.
Vergonhosa provocação!
O Ditador Salazar foi um ilustre Português?
O teórico do corporativismo fascista, Marcelo Caetano foi um ilustre Português?
E quando falarem de iustres Estrangeiros, do século XX, vão falar do ilustre cidadão soviético Stalin?
Ou do ilustre Alemão Hitler?
Ou do ilustre Argentino Pinochet?
Mas mais grave é a maneira como descrevem, em traços largos as biografias de ambos, tentando dar do seu periodo de poder uma imagem quasi democrática.! A Salazar chamam "figura polémica"!
A Constituição portuguesa interdita movimentos e/ou partidos políticos que se alicercem na ideologia fascista, xenófoba e racista.
Não proibirá também, a "propaganda"da mesma ideologia?
O que faz o Público se não a propaganda dessa ideologia ao denominar como ilustres portugueses, esses dois facinoras?
E ainda por cima, em todo o seculo XX Portugues, que foi tão rico em politicos de nomeada, a escolha caiu sobre os dois fascistas e mais ninguém!
Sinto nauseas e nojo
Cuspujá

4 comentários:

Leiria em Cuecas disse...

Não há memória, não há vergonha, não há coragem.
Esta gente que no passado a coberto da política de Salazar e Caetano - sem esquecer o apoio fundamental da igreja do Cardeal Cerejeira, e a tenebrosa polícia política PIDE/DGS - era dona e senhora do nosso país, lavou a cara e disfarçada de democrata, volta a controlar tudo a seu bel prazer.
Os jornais ( os media em geral) são veículos de desinformação e de branqueamento de tudo o que comprometa esses senhores.
Os vampiros estão de volta!! (se é que alguma vez se foram embora)

Redfish

Anónimo disse...

Meus senhores, tenham uma maior capacidade de encaixe...

Anónimo disse...

Isto não me assusta...
ser ilustre faz-melembrar de lustro... eh eh...
lembro-me da seca que era puxar o lustro a um certo serviço de chá que havia em casa de um familiar.
eles, salazares e outros que tais que fiquem ilustres.
Salgueiro Maia não quis se-lo ...
e quando a liberdade pediu ele estava lá e arriscou...
se essa liberdade está podre foi porque alguns se conformaram, outros aproveitaram e a desinformação que havia antes do 25 de abril se instalou....
ouve-se "volta salazar volta", "no tempo dele é que era bom", e esquece-se o tarrafal, peniche, a censura, a pide....
hoje defende-se a delação, reinasse pelo medo do desemprego criado pela precaridade, controla-se os médias não pela politica propriamente dita mas porque a politica esta associada a grandes grupos económicos que detem a imprensa e os média e assim uma mão lava a outra...
e fica tudo em lume brando perante um país apático e conformista que premeia o ai ai ao desejo de mudança.
há uns anos caiam ministros por cometerem gaffes, um primeiro ministro traido recusou cair na lama e provocou eleições ... agora o governo e a oposição parecem campeões do disparate, são asneiras atrás de asneiras, bocas,arrogancias atrás de arrogancias.. e tudo servido a frio e sem consequencias.
Depois o SEDES fala no aumento da contestação social, fala na instabilidade e "os senhores" estão tão bem sentados na sua poltrona que nem sequer valorizam a importância do alerta.
Até que o país se levante.
...E já se fala na revolução.

pedro disse...

A PSP foi a escolas de Santarém saber quantos professores iam participar na marcha de amanhã..

razões de segurança alegaram...
onde é que eu já ouvi isto...

ELES JÁ ANDAM AI